MAR DE MORROS

terça-feira, 1 de julho de 2014

NOTA 10 PARA O RÉU E NOTA 0 PARA O REI


Paulo Cesar de Araújo deu uma guinada muito boa lançando o livro, O RÉU E O REI, um tapa de luvas no Roberto Carlos que proibiu a sua biografia escrita por ele com amor e carinho, eu li ROBERTO CARLOS EM DETALHES, numa cópia tirada na internet e não vi nada demais, vi sim, um biógrafo que é fã até debaixo d'água, mas nem isso sensibilizou o cantor e compositor que fala de amor o tempo todo em suas músicas, mas, na realidade, é frio e calculista, pra mim foi uma decepção, porque eu, também, sempre fui fã do Roberto Carlos.
Só no Brasil é que tem esta palhaçada de censurar biografias e com isso quem perde somos nós, deixando a nossa História capenga, o mesmo não acontece nos Estados Unidos, lá, tem artistas que se vangloriam com suas seis ou mais biografias, aliás, eu acho que todo mundo deveria escrever a sua autobiografia, porque elas só somam experiências, não precisa ser famoso, tem gente que não o é, e contam coisas fantásticas e muito mais interessantes. Se eu visse um livro com o título, AUTOBIOGRAFIA DE UM CANTOR DESCONHECIDO, na mesma hora o compraria e, certamente, iria encontrar coisas mais fascinantes que as de muita gente famosa.
Sendo assim, Paulo Cesar, você está de parabéns, com o seu novo livro, O RÉU E O REI, nota 10 para Réu e nota 0 para o Rei.

anibal werneck de freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário