sábado, 19 de março de 2016

HISTÓRIA TRISTE [do túnel do tempo]



HISTÓRIA TRISTE
Álbum Musical, ONDA MUI JOVEM, vol.1, 1966.

É UMA HISTÓRIA MUITO LONGA E TAMBÉM MUITO TRISTE/ QUE TU EM TUA VIDA CERTAMENTE NUNCA OUVISTE/ COMEÇOU QUANDO MORAVA NUMA CASINHA LÁ NO MORRO/ QUE NÃO TINHA NEM TELHADO E TÃO POUCO TINHA O FORRO/ FOME E FRIO EU PASSAVA MAS PARA ISSO NÃO LIGAVA/ POIS TINHA UM AMOR NA CIDADE QUE SABIA QUE ME AMAVA/ FILHA DE GENTE MUITO RICA QUE VIVIA NUM APARTAMENTO/ E ELA ERA TÃO LINDA QUE TODOS A PEDIAM EM CASAMENTO/ MAS ELA SEMPRE OS RECUSAVA DIZENDO QUE JÁ TINHA A QUEM AMAR/ POIS SE UM DIA O PERDESSE NUNCA MAIS O IA ENCONTRAR/ ASSIM VIVI TEMPOS FELIZES JUNTO COM O MEU AMOR/ E QUANDO NOS ENCONTRÁVAMOS SENTÍAMOS UM GRANDE ARDOR/ MAS UM DIA MUI SOMBRIO UMA DESGRAÇA ACONTECEU/ ESTA MOÇA A QUEM EU AMAVA SOFREU UM ACIDENTE E MORREU/ COMO CHOREI NESTE DIA AO SABER DO ACONTECIMENTO/ POIS NÃO IA MAIS VER A MOÇA DO LINDO APARTAMENTO/ ASSIM PELA PRIMEIRA VEZ A TRISTEZA SUBIU AO MORRO/ ENTÃO FOME E FRIO SENTI NA MINHA CASA SEM TELHADO E SEM FORRO.

anibal werneck de freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário