MAR DE MORROS

segunda-feira, 4 de abril de 2016

NÃO CORRA, MEU BENZINHO DE LAMBRETA [Anibal do túnel do tempo]



NÃO CORRA, MEU BENZINHO DE LAMBRETA [ANIBAL W. F.]
DO ÁLBUM, AOS MEUS AMIGOS: OS SELENITAS - VOL. 2 - 1967.
VOZ & VIOLÃO: ANIBAL.
NA ÉPOCA, ERA COSTUME AS MOÇAS ANDAREM DE LAMBRETA.
* REGISTRADA EM PARTITURA MUSICAL.
anibal werneck de freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário