MAR DE MORROS

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Aníbal Werneck canta SALVE A VIDA! (2016)



Franz Schubert musicou um texto de A Dama do Lago, de Sir Walter Scott, cuja melodia foi encaixada posteriormente numa oração em latim da Igreja Católica, transformando assim na famosa Ave Maria. Aproveitando desta situação, audaciosamente, fiz uma terceira letra, saudando a vida, pois achei-me no direito pelo fato da canção, devido ao tempo, pertencer atualmente ao ganho público.

anibal werneck de freitas.

Aníbal Werneck canta SALVE A VIDA! (2016)

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

VENTO SUAVE (Anibal, Armando e Lenira)



Um dia o Armando Sérgio chegou pra mim e disse, Anibal, vamos fazer umas canções sobre nossa terra? Confesso que relutei um pouco, devido à grande quantidade de melodias que fiz sobre o tema. No entanto, ele começou a trazer umas letras boladas com a ajuda de sua mulher, Lenira, e aquilo foi tomando conta de mim e, deste modo, acabei musicando umas duas dezenas delas.
Hoje, quando ouço as músicas, vejo que valeu a pena, do contrário teria perdido uma música como, VENTO  SUAVE.
Valeu, Lenira e Armando!

anibal werneck de freitas.

sábado, 19 de novembro de 2016

ENGENHO DO RICO - anibal, engenho do rico, 1989



a música é antiga.
a gravação é antiga.
a letra é antiga.
o cantor é antigo.
a gravura é antiga.
no entanto,
na conjuntura atual
de um país dividido
em casa-grande e senzala,
o tema continua novo,
novíssimo como este vídeo,
elaborado hoje.

anibal.


quarta-feira, 16 de novembro de 2016

THE BEGINNING OF THE END / O COMEÇO DO FIM

THE BEGINNING OF THE END

Wait! I'll be back.
Back to feel life.
I think it is only one.
I still come back.
An unhappy journey.
Lost in the music.
My disappointing art.
Stop!, shall suffer no more.

anibal.

O COMEÇO DO FIM

Espere! Eu estarei de volta.
De volta para sentir a vida.
Penso ser apenas uma só.
Mesmo assim eu voltarei.
De uma jornada infeliz.
Perdida no seio da música.
Minha decepcionante Arte.
Chega!, não sofrerei mais.

anibal.


CANÇÃO DE UM LUGAR - anibal, tenho tudo, 1988/1989



Quando fiz esta gravação, já era tarde da noite, hora em que os animais estão dormindo, no entanto, o galo do vizinho, como se obedecesse ao compasso da música, participou também da dita cuja, com o seu canto, valorizando mais ainda a melodia. Pois é, a natureza às vezes nos surpreende de maneira fantástica, deste modo, só ouvindo o vídeo, para constatar o que estou dizendo.
Devemos ter carinho para com os animais, eles são mais inteligentes do que a gente imagina.

anibal werneck de freitas.